15 dezembro 2011

Boutonni'ere ou flor na lapela




O casamento é um acontecimento que há muito tempo possui muitas tradições. Ao longo dos anos, formaram-se simbolismos, superstições e histórias que transformam aquele momento no mais especial na vida de cada casal.
Uma tradição que começou há muitos anos e dura até os dias de hoje, e como uma demonstração de carinho, a noiva entrega a flor a ser colocada na lapela, para seus parentes. Essa é usada pelo noivo, padrinhos, pai da noiva e pai do noivo, para diferenciá-los dos convidados.
Quando o noivo e os padrinhos estão com o mesmo traje no altar, a cor da flor do noivo deve ser diferente da cor da flor dos padrinhos – ele merece um destaque especial nesse dia, mas se as roupas forem diferentes, as flores poderão ser as mesmas.
A flor é uma ótima pedida, e fica muito delicada na hora da cerimônia, e pode ser tirada, na hora da festa!
Até alguns anos era comum ver noivos e padrinhos usando apenas cravo. Esse era usado, pois para muitos tinha o significado de amor leal, amor vivo.
Nos dias de hoje, é muito comum, vermos outras opções de flores como rosa, mini callas, orquídea, jasmim, angélica, astromélia, entre outras.
Para ajudar a escolher melhor a flor, seguem algumas características de casa uma delas?
CRAVO é a flor mais usada pelos noivos. Essa é um tipo de flor branca, grande e muito bonita.
DENPHAL é uma flor muito delicada para essa ocasião. Ela é muito parecida com uma orquídea, mas em miniatura. A esse tipo de flor é bem mais sensível e depois de colocada os padrinhos, pais, noivo e principalmente pajens, precisam ter muito cuidado.
ANGÉLICA também é muito usada. A flor é muito sensível, assim como o Denphal, e tem um cheiro muito bom.
ASTROMÉLIA é apresentada em várias cores e fica perfeita quando o casamento é de dia ou praia.
Se o noivo preferir não usar a flor, ele tem a opção de substituir essa, por um lenço no bolso. Deve-se lembrar que o noivo deve usar ou o lenço ou a flor. Os dois juntos não é coreto.
Para os noivos mais descolados, ainda existem opções de flores de lapela diferentes, como uma folha, uma flor seca, uma pena, flor de tecido. Mas sempre combinando com o estilo!
Mas como colocar a flor na lapela?
Após a escolha da flor, a aplicação dela na lapela fica muito fácil.
Se o cabinho da flor for muito comprido, muito fino ou “mole”, deve-se cortar este, para que ele fique com cerca de 2 dedos, isso para não incomodar, e para ficar mais delicado. Para incrementar ainda mais, você pode envolver o cabinho, para ele não ficar aparecendo, com uma fita de cetim, na cor que preferir.
Deve-se prestar muita atenção na hora de aplicar a flor na lapela. Ela não deve ficar nem a cima, na altura do ombro, nem a baixo, no bolso. Lembre sempre de colocar a flor na altura da primeira casa de botão que tem na lapela.
Colocando a flor, prenda essa, com um alfinete de segurança, até sentir que ela esta bem firme.

fonte: blacktie rigor

Nenhum comentário:

Postar um comentário